Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Conheça os Cuidados e Benefícios da Corrida na Gestação

Para os corredores de plantão, correr é mais do que um hábito saudável! O mesmo alivia o estresse do dia a dia, tonifica os músculos, trabalha o cardiorrespiratório e por mais difícil que o processo possa ser, ao final da corrida, o corpo fica envolvido com um sentimento de bem-estar.

Atualmente, as mulheres estão mais adeptas a essa modalidade esportiva, em grupo ou sozinhas, estão ganhando mercado e participando de muito mais provas dos que os homens, claro que em grande maioria as provas são de 5 a 21 km.

Ok, até aí tudo certo, mas um certo dia veio a notícia: estou grávida! Então, posso continuar com a minha corridinha diária? Posso continuar a fazer os meus exercícios? As provas de corrida? É aí que muitas dúvidas surgem.

Por isso no texto de hoje vamos falar sobre a Corrida na Gestação! Vamos lá?

Gravidez

A gravidez é um momento muito especial para a mulher, ocorrendo transformação do corpo e alterações hormonais.

O pensamento volta apenas para a vida que está ali em crescimento, o psíquico fica mais emotivo e é normal em sua grande maioria ver gestantes transformando a sua vida. “Porque não pode isso, não pode aquilo”, parecendo até que gravidez se tornou uma doença que tem duração de 9 meses.

Algumas se entopem de tanto comer, outras param de fazer as suas atividades físicas com medo de prejudicar a criança que está em formação, outras literalmente param com tudo. Para algumas a transformação do corpo é fantástico e mágico, no entanto outras veem seu corpo crescer de forma acelerada criando pesos acima do normal.

Cada indivíduo reage de forma diferente, mas com um único objetivo: fazer a gestação chegar ao final com sucesso e saúde para o bebê e para a mamãe.

E partindo deste objetivo, por que não adotar estratégias que no decorrer do período mamãe e bebê se sintam bem? Uma atividade matinal, uma caminhada, um exercício planejado para manter a boa forma, ou até mesmo uma corrida.

Claro que não podemos generalizar, algumas gestantes se obrigam a ficar em repouso devido aos riscos gestacionais, mas as que são saudáveis, podem continuar com a sua rotina? Podem fazer exercícios? Podem passear? Podem fazer as atividades de casa, como varrer, passar e cozinhar? Pode pegar peso, na academia ou até mesmo no trabalho ou em casa?

O texto de hoje tem como objetivo relatar o quão importante é para as gestantes se manter em movimento, e como relacionar a Corrida na Gestação!

Corrida na Gestação

Tânia Scudeller, coordenadora do curso de Fisioterapia da Unifesp explica que “a corrida é um exercício muito intenso, que exige bastante do sistema cardiovascular, o que pode ser um problema já que durante a gestação esse sistema também é sobrecarregado. A somatória dessas duas demandas – corrida e gravidez – pode diminuir o fluxo de sangue para o feto e trazer prejuízo ao seu desenvolvimento”.

Denise Vancea, educadora física, relata que é melhor “ trocar a corrida pela caminhada. Caminhar durante a gravidez com regularidade, todos os dias, pode evitar o ganho de peso desnecessário, o que consequentemente diminui o risco do desenvolvimento de diabetes gestacional ou hipertensão”.

O importante é optar por terrenos mais planos e ficar atenta para que os batimentos cardíacos não ultrapassem 140 batimentos por minuto, ou observar se a gestante ainda consiga falar no ato da corrida.

Com o passar dos tempos haverá sobrecarga nos joelhos e quadril, tornozelos e lombar, por isso a importância do acompanhamento do profissional da área da educação física.

Acredito que o acompanhamento médico também é essencial e que o exercício físico é de suma importância. É claro que na gestação devemos tomar uma série de cuidados, até porque temos uma vida sendo gerada.

Uma gestante que já pratica algum exercício físico, seja corrida ou outro, não há problema de continuar com a atividade, salvo, o que o seu médico decidir, pois gravidez de risco existe e é bem sério.

O primeiro trimestre e o último mês da gestação são momentos delicados, onde a formação do bebê acontece, e ao final a gestante já está com uma sobrecarga e por isso precisa sempre da liberação do obstetra.

A corrida na gestação como qualquer outro exercício deve vir acompanhada por um profissional da área da educação física, visto que na gravidez o corpo sofre modificações com peso, hormônios e neste período as articulações ficam mais frouxas, que podem ficar suscetíveis a lesões.

Portanto, gestante, obstetra e educador físico devem estar alinhados nas informações. A gestante deve relatar todos os detalhes para ambos, assim o trabalho será em sintonia e qualquer fator que aparecer são detalhes importantes para serem relatados.

Correr na esteira ou na rua, o importante mesmo é tomar cuidados com as elevações e desníveis, para não haver desequilíbrio ou quedas, pois conforme os meses vão passando o barrigão começa a ganhar espaço.

Para as gestantes que não estão preparadas fisicamente, podem começar com um programa de exercícios de intensidade baixa, para auxiliar inclusive no processo final da gestação.

A Yoga e Pilates são uma forma de colocar o corpo e mente em equilíbrio, a hidroginástica que não tem impacto, mas se a aluna gostar mesmo de corrida, pode começar com pequenos trotes de leve, mas vale ressaltar, o sinal verde do obstetra é de suma importância.

E o acompanhamento do educador físico é essencial!

Nível de Intensidade

No ato da corrida na gestação, é importantíssimo observar a sensação de esforço da gestante, vale ressaltar que conforme os meses forem passando, o ideal é intercalar corrida com caminhada, muita hidratação, proteção solar e roupas leves.

Se a gestante for uma corredora assídua, pode diminuir a distância da corrida, diminuir a intensidade, a quantidade de dias de treino, justamente para preservar o bem-estar tanto dela quanto do bebê. É importante também observar sempre o próprio corpo, e nunca esconder qualquer acontecimento, tais como:

  • Sangramento
  • Visão Turva
  • Falta de Ar
  • Palpitação
  • Dores Fortes no Abdômen

Nelson Evêncio, treinador conta que “o primeiro passo é diminuir a intensidade dos treinos. Tudo depende de há quanto tempo a mulher corre, qual a situação do bebê e da orientação do médico que acompanha a gravidez, mas são poucas as que realmente precisam parar de correr”.

Benefícios da Corrida na Gestação

Os benefícios da corrida na gestação são inúmeros. Entre eles podemos citar:

  1. Menor Ganho com Peso
  2. Diminuição de Depressão
  3. Redução do Risco de Diabetes Gestacional
  4. Diminuição do Risco de Parto Prematuro
  5. Menor Duração de Trabalho de Parto
  6. Redução do Isolamento Social
  7. Redução da Ansiedade
  8. Melhor Sensação de Bem Estar

Todos esses são benefícios da corrida na gestação conforme relata a médica ginecologista e obstetra Cristina Carneiro.

Conclusão

Um acompanhamento médico desde o início da gestão garantirá à gestante e o bebê um período de tranquilidade. O exercício físico bem estruturado pelo profissional, também gerará um conforto e confiabilidade para a prática da corrida na gestação.

O importante é que a gestante se sinta bem ao praticar tal atividade, que não tenha dores e nem mal-estar. E assim ao final dos nove meses teremos mamãe e bebê saudáveis.

E para voltar às atividades da corrida porque não levar o seu bebê junto? Correr empurrando o carrinho será prazeroso para ambos. Mas caso o parto for cesariana, o ideal é aguardar no mínimo três meses, para melhor cicatrização da parede abdominal.

 

Referências Bibliográficas
  • ATIVO.COM. Prós da corrida durante a gestação. Disponível em: <https://www.ativo.com/mulher/pros-da-corrida-durante-a-gestacao/#>. Acesso em: 01 jan. 2019.
  • BABY CENTER. Atividade física na gravidez: corrida. Disponível em: <https://brasil.babycenter.com/a3400131/atividade-f%c3%adsica-na-gravidez-corrida>. Acesso em: 01 jan. 2019.
  • DELAS.IG.COM.BR. Pode correr durante a gravidez? fonte: delas – ig @ https://delas.ig.com.br/filhos/duvidasgravidez/pode-correr-durante-a-gravidez/n1237927680983.html. Disponível em: <https://delas.ig.com.br/filhos/duvidasgravidez/pode-correr-durante-a-gravidez/n1237927680983.html>. Acesso em: 01 jan. 2019.
  • WEBRUN.COM.BR. Tô grávida! posso continuar correndo?. Disponível em: <http://www.webrun.com.br/gravida-corrida-cuidados/>. Acesso em: 01 jan. 2019.

Written by Tatiane Assunpção Zapelini

- Graduada pela Faculdade Uniasselvi - FAMEBLU - Blumenau/SC
- Formada desde 2016 em Licenciatura em Educação Física - Numero cref: 023911-G/SC
- Estudante de Educação Física Bacharelado na mesma instituição, com data do término em 2018.

3 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *