Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Você já se perguntou o que faz de alguém um bom profissional de Educação Física? Provavelmente sim, correto? É comum e necessário que, enquanto estudante ou profissional da área, você busque oferecer o melhor serviço que puder. Afinal de contas, é a evolução que dá graça à trajetória.

Por isso, preparamos este artigo com 7 dicas essenciais para que você se torne um bom profissional de Educação Física. É quase um passo a passo para que você se torne um destaque na área. O que acha? Continue lendo para descobrir quais são as 7 dicas!

Dica 1: Tenha uma formação!

Pode parecer besteira, mas é preciso reforçar a importância disso: é essencial ter uma formação na área. Por quê? Por dois motivos principais:

O primeiro, é claro, é porque a formação superior lhe permite ter um registro profissional na área. Isso é essencial para qualquer pessoa que busque ser um bom profissional de Educação Física ou de qualquer especialidade. A partir daí, você poderá ser reconhecido junto ao Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e junto ao Conselho Regional de Educação Física (CREF) do seu estado.

O segundo ponto é o conhecimento técnico da área. Isso porque é essencial para ser um bom profissional de educação física ter conhecimentos sobre anatomia do corpo humano, fisiologia e biomecânica, por exemplo. Dessa maneira, você poderá trabalhar da maneira correta, tratando e prevenindo lesões dos seus alunos. Afinal, deve-se sempre zelar pelo bem-estar físico dos alunos.

Dica 2: Descubra qual área mais lhe agrada

Certo, você já é formado. Isso já é o suficiente para ser um bom profissional de Educação Física? Ainda não, mas vamos chegar lá.

É mais comum do que imaginamos sair da universidade e ainda não ter total consciência sobre qual área mais agrada. Muitos não tem o brilho no olho especial por uma área específica, o que os faz aceitar a primeira oportunidade que surgir. O ponto é que quem sabe com o que quer trabalhar, trabalha com mais dedicação! E a dedicação, é claro, traz melhores resultados.

Por isso, pare por um momento e pense em qual área mais lhe interessa. Você gostaria de trabalhar em escolas? Ou talvez com o esporte, treinando atletas profissionais. Quem sabe, empreender seja uma opção. Ou até mesmo oferecer uma consultoria online, por que não?

Ao descobrir isso, você saberá qual caminho seguir. Aí, poderá saber mais sobre a área. Isso pode acontecer de diversas maneiras, mas uma em especial é muito efetiva. É isso que você verá na dica seguinte.

Dica 3: Busque uma especialização

Talvez você ainda não saiba, mas uma especialização é capaz de mudar sua carreira! Ela se trata de um curso de pós-graduação do tipo lato sensu. Isso significa que ela é mais voltada a aspectos técnicos e ao mercado de trabalho. Por isso, lembre-se: as especializações não englobam mestrados e doutorados, que se encontram na categoria stricto sensu

A especialização pode tornar você um bom profissional de Educação Física pois aumenta seu domínio sobre um assunto específico. E ela tem várias vantagens, como:

  • Duração ideal: as especializações costumam ter duração de 12 a 18 meses, o ideal para se aprofundar em uma área com qualidade;
  • Negociação de valores: é comum instituições que oferecem especializações ofertarem pagamentos com desconto ou parcelamento prolongado, o que pode fazer com que tenhamos condições de pagar mais tranquilamente;
  • Networking: essa palavra pode parecer complicada, mas se trata simplesmente de criar uma boa rede de contatos na sua área; a especialização, por ter um caráter prático, coloca você em contato com vários profissionais que já atuam no mercado;
  • Estudar em casa: se você mora em uma cidade grande, sabe o problema que deslocar-se pode se tornar, tanto pelo tempo quanto pelas despesas; apesar disso, existem diversas opções de especializações EAD, nas quais você frequenta a instituição apenas em algumas ocasiões;

E então, o que acha da ideia? A especialização pode ser um caminho certeiro para você seguir o caminho em busca de ser um bom profissional de Educação Física. Além disso, como diz o ditado popular, “o conhecimento é a única coisa que ninguém pode tirar de você”.

E por falar em mercado de trabalho, isso nos leva à dica número 4:

Dica 4: Esteja atento ao mercado de trabalho como um bom profissional de Educação Física

Outro ponto essencial para ser um bom profissional de Educação Física é estar atento ao mercado de trabalho não apenas do país, mas também da sua cidade e estado. Comece a perceber alguns pontos:

  • Quais serviços se popularizaram muito recentemente? Por que? Quais são as características dele? O que fez com que ele chamasse a atenção de tantas pessoas?
  • Quais serviços perderam espaço recentemente? Por que? O que fez com que ele deixasse de ser procurado?
  • Existem serviços que ainda não são oferecidos na sua região (cidade ou bairro)? Existe público para esses serviços nesses locais?

Com isso, você começa a perceber qual é a preferência da população local. Aí, podem surgir ideias de novos negócios ou de negócios antigos remodelados! Que tal?

Dica 5: Tenha uma meta

Todos temos sonhos; mas você tem uma meta? Se você ainda não tem, saiba que pode estar perdendo tempo. Isso porque sem uma meta você provavelmente estará dedicando seu tempo no que não é prioridade; sabemos que para ser um bom profissional de Educação Física é preciso esforçar-se muito.

Por isso, depois de saber qual área mais lhe agrada e como está o mercado de trabalho em sua região, comece a criar uma meta real e tangível para a sua vida profissional. Pense em aspectos como:

  • Quanto quero receber?
  • Qual é o meu público alvo? Quem seria meu cliente ideal?
  • Eu estou no local certo para atrair esse público?
  • Quanto tempo vou dedicar diariamente ao trabalho e aos estudos?

Com isso em mente, torna-se mais fácil perceber o que você deseja para seu futuro e, a partir daí, você pode traçar sua meta. Quando for fazer isso, lembre-se de incluir números, como valores e datas limites. Assim, será mais fácil mensurar o quão perto você está de alcançar seus objetivos.

Dica 6: Reconheça a importância do trabalho de um bom profissional de Educação Física

Você, mais do que ninguém, deve ser capaz de reconhecer a importância e o impacto que um bom profissional de Educação Física é capaz de ter na vida das pessoas. 

É comum ouvirmos falar sobre a crise e a desvalorização da área. Apesar disso, você deve ter consciência e também ajudar seus colegas a perceberem o papel fundamental do profissional de Educação Física na vida de cada pessoa que recebe seus cuidados. 

Isso porque a área é responsável por preservar a saúde dos indivíduos, impactando toda a sociedade. A partir daí, você poderá dar voz a esses elementos e ajudar a criar essa noção em todas as pessoas. O respeito é essencial para que possamos exercer um bom trabalho; por isso, busque isso entre seus colegas e alunos.

Dica 7: Um bom profissional de Educação Física deve focar na qualidade

Por fim, a dica 7 diz respeito a um fato indiscutível: qualidade é mais importante que quantidade. Por isso, foque em oferecer um bom trabalho em todos os aspectos.

Por exemplo: se você tiver 5 alunos, mas não conseguir atender todos bem, eles acabarão desistindo dos seus serviços. Aí, você terá de fazer um esforço extra para encontrar 5 novos alunos. Por isso, pense comigo: vale mais a pena atender apenas 3 alunos ao mesmo tempo, mas fazer isso da melhor maneira possível.

É claro que isso é apenas um exemplo, mas o pensamento por trás dele é valioso. Isso porque alunos bem atendidos não trocam seu trabalho; pelo contrário, eles são fiéis e ainda indicam seus serviços aos amigos e familiares. 

Nesse sentido, é nítido que vale mais a pena focar na qualidade e fidelizar seus alunos. E isso se estende a outros fatores: ter bons equipamentos, por exemplo, pode ser um gasto alto inicialmente. Apesar disso, a baixa manutenção e a durabilidade podem garantir uma economia no longo prazo. 

Por isso, sempre que for fazer algo, foque na qualidade com a qual a tarefa será feita. Busque ajuda, conhecimento e sempre faça o melhor que puder com as “ferramentas” que tiver em mãos.

Conclusão

E então, o que achou das 7 dicas para ser um bom profissional da Educação Física? Sem dúvidas, esse é um desejo de todos que trabalham na área, e é natural sentir-se perdido, sem saber como começar.

Apesar disso, com calma, planejamento, foco e muita dedicação é possível alcançar resultados incríveis. Como você já sabe, estamos aqui para ajudar você nessa trajetória!

Caso tenha ficado com alguma dúvida ou tenha alguma sugestão, deixe seu comentário abaixo.