Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

É possível trabalhar de forma efetiva e completa o Treinamento Funcional sem acessórios?

Sim, é possível. Mas poucos profissionais sabem que nem sempre uma aula eficiente, com variações e até mesmo com um grau maior de dificuldade elevado pode ser realizada sem o auxílio daqueles equipamentos tão comuns nas academias.

Para que você possa compreender melhor todos os detalhes e planejar uma aula de Treinamento Funcional sem acessórios, continue lendo esta matéria!

Planejamento do Treinamento Funcional

O planejamento do Treinamento Funcional é fundamental para alcançar todos os objetivos traçados.

Ele deve seguir os principais princípios de qualquer outra preparação esportiva, por isso, é muito importante se lembrar que existem ciclos que devem ser considerados e respeitados de acordo com a avaliação individual do aluno.

Um ponto importante sobre o planejamento das aulas de Funcional é a sua flexibilidade, ou seja, o plano pode ser alterado conforme a necessidade, a evolução do aluno e até mesmo para manter a motivação durante os treinos.

Existem três características que precisam estar presentes no planejamento das aulas, seja para o Treinamento Funcional sem acessórios ou com. São elas:

  • Objetividade;
  • Coerência;
  • Flexibilidade.

Também é fundamental que o profissional esteja atento à execução dos exercícios e seja organizado. Além de se manter atualizado, se qualificando cada vez mais para desenvolver um bom trabalho com seus alunos.

Benefícios de planejar o Treinamento Funcional

Os principais benefícios de planejar as aulas de Treinamento Funcional são:

  • Foco para atingir os objetivos;
  • O aluno se mantém interessado e motivado para realizar os atividades;
  • Possibilidade de trabalhar com diferentes materiais, equipamentos e acessórios;
  • Variações dos exercícios.

Alternativas para a aula de Treinamento Funcional sem acessórios

Nem sempre você vai trabalhar a atividade física dentro de um estúdio ou de uma academia. É possível realizar atendimentos a domicílio, por exemplo. Também existem outras possibilidades como a mudança de local de trabalho e até mesmo o início da carreira profissional.

Em ambos os casos é possível utilizar o que estiver ao alcance naquele momento e, com criatividade, adaptar os diferentes recursos encontrados.

Prepara-se e vamos conhecer as melhores alternativas para o Treinamento Funcional sem acessórios.

Parede e chão

Tanto a parede quanto o chão podem ser encontrados em qualquer local e proporcionam a realização de movimentos completamente funcionais que trabalham:

Toalhas

Por mais que as toalhas não possuam a mesma elasticidade e nem a mesma variação de resistência que uma faixa elástica, elas podem ser um complemento muito interessante durante os exercícios de Treinamento Funcional sem acessórios, especialmente quando os alunos estiverem com algum tipo de limitação, como é comum nos idosos e os exercícios forem:

As toalhas também podem ser utilizadas também como lição de casa, complementando movimentos habituais do dia a dia.

Cadeiras

As cadeiras são um ótimo acessório para ser improvisado e proporcionam diversos benefícios.

Seja uma cadeira de rodinhas ou não, é possível realizar alongamentos e exercícios úteis que deixam a aula completa e funcional, especialmente quando os movimentos são similares aos realizados diariamente pelo aluno, como é o caso dos idosos no momento de levantar e sentar, já que esse público costuma sofrer com o enfraquecimento muscular, o que prejudica e limita suas habilidades motoras.

Movimentos ao ar livre

Parece uma mudança simples, mas ela pode ser muito significativa, já que um ambiente diferente do habitual para realizar os exercícios pode manter o aluno interessado em dar continuidade às atividades físicas.

Mesmo que seja uma aula de Treinamento Funcional sem acessórios, trabalhar em locais abertos deixará o aluno mais livre e solto durante os movimentos, além de ser bastante divertido.

Conclusão

Realizar exercícios de Treinamento Funcional sem acessórios não significa que a aula se tornará mais fácil ou que as variações serão muito complexas.

Os movimentos, sejam eles tradicionais ou não, quando bem planejados e bem executados, possibilitam trabalhar habilidades funcionais como o fortalecimento, o equilíbrio, a mobilidade, a propriocepção e a estabilidade sem que ocorra nenhum tipo de problema.