Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Você provavelmente já ouviu falar da Yoga, certo? Mas você sabe realmente o motivo dessa prática ser tão difundida e quais são os benefícios que ela traz para a saúde? Então continue lendo para conhecer mais sobre ela e descobrir alguns dos tipos de Yoga existentes!

O que é a Yoga?

A Yoga é um tipo de atividade física que busca o equilíbrio entre o corpo, a mente e o espírito de uma pessoa. Para isso, ela trabalha elementos como a respiração, posturas específicas (as asanas) e a meditação. 

Surgida na Índia, a Yoga tem por objetivo o bem-estar do seu praticante. Isso é trabalhado através do aperfeiçoamento da consciência física e mental. Dessa maneira, torna-se possível que a pessoa possa melhorar sua forma física e ter mais controle sobre sua mente, conseguindo se manter calmo e relaxado. 

Por trás dela estão as influências do budismo e do hinduísmo, que também têm relação com o silenciamento da mente. Além disso, a meditação se faz presente na busca pela percepção das sensações existentes no momento da prática e na atitude de não fixar pensamentos – ou seja, deixar que os pensamentos surjam, mas não se prender a eles.

Mas será que a Yoga é realmente benéfica para a saúde? Leia abaixo!

Os benefícios da prática de Yoga

A prática da Yoga é capaz de trazer inúmeros benefícios para seus praticantes. Tanto mental quanto fisicamente, todas as pessoas podem ser favorecidas se tomarem isso como um hábito e se comprometerem à prática regular.

Entre os fatores mentais que são impactados pela Yoga, temos:

  • Aumento da capacidade de foco e concentração;
  • Melhora da memória;
  • Redução dos níveis de estresse;
  • Melhora da qualidade do sono;
  • Maior controle de ansiedade;
  • Aumento da auto-estima, entre outros;

Já quando falamos sobre os aspectos físicos, a lista de benefícios da prática da Yoga também é extensa. Olha só:

  • Melhora das condições cardíacas;
  • Aumento do equilíbrio;
  • Aumento da flexibilidade;
  • Aprimoramento da força muscular;
  • Melhora da consciência corporal;
  • Melhora da postura;
  • Aumento do fluxo sanguíneo;
  • Diminuição da tensão muscular, entre outros;

Quanta coisa, não é?

Ficou interessado? Quer oferecer Yoga no seu local de trabalho? Isso é muito bom, mas antes é importante você saber que existem diversos tipos de Yoga – cada um praticado de uma maneira diferente. Por isso, continue lendo para conhecer os principais tipos de Yoga e descobrir qual é o mais adequado para os seus objetivos.

Os principais tipos de Yoga

Bom, agora que você já entende o que é a Yoga e os seus benefícios, talvez esteja pensando: será que ela é uma prática única e sempre igual? É claro que não! Durante sua longa existência a Yoga foi sendo reinventada e cada vez mais explorada. 

A partir daí surgiram diversos tipos de Yoga, ou seja, vertentes com focos específicos e práticas particulares – todas, é claro, com a mesma origem. Por isso, leia abaixo os principais tipos de Yoga e descubra qual mais lhe interessa.

O primeiro dos vários tipos de Yoga: a Hatha Yoga

A Hatha Yoga é considerada a modalidade inicial e clássica da prática. Criada no século 15, na Índia, ela se popularizou no Ocidente por ser a mais simples e fácil de todos os tipos de Yoga. Por isso, também é a mais indicada para quem pretende entrar nesse universo – e, consequentemente, tem o maior número de adeptos pelo mundo todo.

Essa modalidade é focada no fortalecimento do corpo e desenvolve a flexibilidade, o equilíbrio e a concentração. Além disso, a Hatha Yoga também é um dos tipos de Yoga mais indicados para o desenvolvimento do controle da respiração e da força de vontade.

Por todas essas características, a Hatha Yoga é indicada para todas as idades. Até mesmo idosos, gestantes e crianças podem praticá-la, já que ela também induz à meditação e ao relaxamento.

Tipos de Yoga com movimentos fluidos:

Ashtanga Yoga

A Ashtanga Yoga, por sua vez, é uma derivação da Hatha Yoga. Ela conta com seis séries de posturas essenciais que devem ser realizadas em sequência de acordo com a capacidade física do praticante.

Nesse sentido, conforme o praticante se aprofunda na prática, as séries vão mudando e tornando-se cada vez mais desafiadoras. Por isso, a Ashtanga Yoga é uma ótima opção para quem busca algo mais estimulante mentalmente. 

Com isso, temos que a Ashtanga Yoga é um dos tipos de Yoga que, além de trabalhar a flexibilidade e a consciência corporal, aumenta a força física do praticante. Ainda, como a série a ser feita é fixa, também torna-se mais fácil que a pessoa a realize com naturalidade e entre em um estado meditativo mais profundo.

Vinyasa Yoga

Outro dos diversos tipos de Yoga é a Vinyasa Yoga, que se baseia em dois pontos principais: a progressão fluida das posições e a diminuição do número de respirações por minuto. 

Trata-se de uma modalidade muito leve, pois seus movimentos são encadeados e realizados em sequência. Além disso, as transições estão diretamente ligadas à respiração. Com isso, a Vinyasa Yoga torna-se uma prática desestressante e que libera as tensões físicas.

A prática regular desta modalidade é capaz de trazer mais consciência mental e física e concentração para o dia a dia do indivíduo. Ainda, o que a diferencia da Ashtanga Yoga é que a sequência dos exercícios é livre, e não pré-estabelecida.

Tipos de Yoga para conexão mental e espiritual

Kundalini Yoga

Já a Kundalini Yoga é um dos tipos de Yoga mais voltados para a mente e o espírito. Em sua prática, ela busca a conexão entre o corpo físico e espiritual para trazer equilíbrio a essa relação. 

Com isso, o objetivo da Kundalini Yoga é aumentar a consciência e o bem-estar dos praticantes através da respiração e de mantras. Por isso, ela também trabalha com os chakras e é muito conhecida como Yoga da Consciência.

Raja Yoga

A Raja Yoga também trabalha mais com os aspectos espirituais do praticante do que com os físicos. Por isso, ela é mais indicada para quem busca trabalhar a parte espiritual e já está habituado à meditação. Além disso, a Raja Yoga é um dos melhores tipos de Yoga para quem busca tratar a insônia e a ansiedade.

Iyengar Yoga

A Iyengar Yoga, por fim, é mais focada na permanência nas posições e no alinhamento do corpo durante sua execução. Com isso, ela é um dos tipos de Yoga que mais despertam a consciência corporal e que ajuda na correção postural

A necessidade de alinhamento infere no acompanhamento de um profissional na realização das posturas. Por isso, é mais difícil que um praticante inexperiente consiga realizar a Iyengar Yoga sozinho, já que ela é a variedade mais técnica e que exige maior correção.

Outro ponto importante dessa modalidade é o uso de acessórios como cintos, cadeiras, cordas e grandes almofadas, utilizados por auxiliarem na realização das posturas da maneira correta.

iyengar-yoga

Novos tipos de Yoga

Além das modalidades mais tradicionais citadas acima, é claro que novos tipos de Yoga surgem a todo momento. Seja usando novos acessórios ou praticando a Yoga em condições ambientais específicas, sempre há espaço para inovar nessa prática milenar.

Por isso, veja abaixo alguns dos principais novos tipos de Yoga!

Power Yoga:

Quem acha que a Yoga é um exercício monótono pode optar pela Power Yoga. Sua origem é controversa: há quem diga que ela provém da Hatha Yoga, enquanto outros defendem que ela surgiu mais diretamente a partir da Ashtanga ou da Vinyasa Yoga.

Independentemente disso, o interessante dessa modalidade é que ela insere elementos que tornam a prática mais divertida. Nela, os movimentos são intensos e vigorosos. Além disso, acessórios como cordas e pesos são bem vindos, bem como a música ambiente.

Como sempre, a respiração é um ponto importante – e na Power Yoga torna-se ainda mais essencial a capacidade de controlá-la. 

Hot Yoga ou Yoga de Bikram:

Sim, é exatamente o que você está pensando: a Hot Yoga une uma sala com altas temperaturas à prática da Yoga. A ideia surgiu das condições climáticas da Índia, país no qual a prática é muito comum, e foi reinventada em outros países (em especial no continente europeu).

A grande vantagem da Hot Yoga está ligada, é claro, ao calor de cerca de 40ºC. Isso porque as altas temperaturas aumentam a flexibilidade muscular, o que permite realizar as asanas (posições) mais naturalmente e sem dores. 

Apesar disso, alguns cuidados devem ser tomados. Devido a temperatura elevada, pode ocorrer queda de pressão arterial e desmaios. Por isso, atente-se sempre à hidratação e aos limites dos seus alunos.

Acro e Aero Yoga: 

Outros novos tipos de Yoga são a Acro e a Aero Yoga. A primeira surgiu nos anos noventa na América do Norte e une a prática da Yoga com movimentos acrobáticos. Por ser uma modalidade mais avançada e praticada em duplas, ela é contraindicada para iniciantes e pessoas com lesões em regiões como quadril, ombros e joelhos.

Já a Aero Yoga usa tecidos acrobáticos pendurados no teto como o principal acessório na realização das posições. Naturalmente, essa modalidade deve ser realizada sob a supervisão de um profissional especializado; mas, ao contrário da Acro Yoga, a Aero Yoga pode ser realizada por pessoas com lesões e/ou fragilidades físicas.

acro-yoga

Dance Yoga: 

Se a diversão também é um objetivo das suas aulas, a Dance Yoga pode ser uma ótima opção! As sessões de Dance Yoga são comumente divididas em sete partes: duas para os chakras (pontos de energia do corpo) e cinco para os elementos naturais (terra, água, fogo, ar e éter).

A música, como sempre, é capaz criar uma grande conexão do praticante com seu próprio corpo. Por isso, a Dance Yoga costuma ser uma experiência bastante libertadora, além de relaxante.

SUP Yoga: 

A sigla SUP surge do Stand Up Paddle, uma grande prancha usada em esportes aquáticos. E acredite: existe uma modalidade na qual as pessoas praticam Yoga em cima desta prancha e submetidas aos balanços das ondas do mar. Essa é a SUP Yoga!

Como você deve imaginar, esse é um dos tipos de Yoga menos conhecidos e praticados. Isso porque, além de exigir a possibilidade de ir até uma praia e ter acesso a uma prancha do tipo, a SUP Yoga é mais complexa por submeter o praticante a um desequilíbrio extra.

Conclusão

E então, o que achou dos tipos de Yoga? Ela é, sem dúvidas, uma atividade muito versátil. Um dos pontos que mais atrai praticantes é justamente esse: poder escolher a modalidade mais focada nos seus objetivos pessoais e obter, ao mesmo tempo, benefícios para o corpo e a mente. 

Além disso, entre os tipos de Yoga sempre haverá um ideal para cada pessoa, independentemente da sua idade e condição física. Por isso, ela também se torna uma ótima opção de aula a ser oferecida! O que achou da ideia? Comente abaixo.