Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

CrossFit é a modalidade esportiva que mais cresce no Brasil e no mundo. Por exemplo, você provavelmente já ouviu falar ou tem algum parente, amigo, ou conhecido que realiza essa atividade. Mas se você não pratica CrossFit, você provavelmente tem uma visão supérflua dessa atividade, e acredita que se trata de “somente girar um pneu gigante e subir em cordas”, como muitos dizem por aí. Além disso, diversas pessoas temem o alto risco de lesão que a prática pode vir a desencadear. Porém, neste texto, vou te explicar o que é Crossfit e como essa modalidade é mais do que o senso comum sugere – além de que pode se mostrar uma atividade completa e saudável.

A história do CrossFit: como surgiu essa modalidade?

Para entender o que é CrossFit, é necessário entender a história dele. Quando criança, Greg Glasmann, o fundador da marca CrossFit, contraiu o vírus da poliomielite. Logo, esta doença acarretou em problemas sérios de fraqueza muscular para ele, perda de reflexos e paralisia. Glasmann sempre teve interesse em atividade física e competição, mas, devido às complicações da poliomielite, nunca obteve sucesso em nenhuma modalidade. Porém, tudo mudou quando Glasmann conheceu a ginástica artística, mais precisamente o aparelho das argolas. Na ginástica, Greg encontrou uma nova chance de desenvolver capacidades físicas que antes não conseguia em outras modalidades.

Assim, durante muitos anos, Glasmann seguiu experimentando diferentes esportes, até que se tornou personal trainer nos anos 90. Um fato curioso é que Glasmann foi expulso de vários locais de treinamento por realizar exercícios nada convencionais de “alto risco” para alunos. Mas até que, certo dia, Glasmann recebeu um convite para treinar bombeiros e policiais. Então, o personal trainer decidiu montar seu próprio espaço de treinamento, o que seria o início do CrossFit. O espaço de Glasmann inicialmente era chamado de Spa Fitness, onde ele orientava movimentos esportivos que não necessitavam de aparelhos específicos, pois o objetivo era treinar os oficiais a se tornarem aptos para qualquer atividade que precisassem se submeter.

Dessa forma, em 2001, Greg Glasmann inaugurou o primeiro Box de CrossFit, em Santa Cruz, na Califórnia, chamado CrossFit Santa Cruz. Em 2015 havia 13 afiliados, hoje já passam dos 14.000. 

Pois bem, agora que já sabemos como surgiu o CrossFit, vamos para o que interessa: Como é realizado, para que serve e, realmente, o que é CrossFit? 

Como funciona essa modalidade?

o-que-é-crossfit-modalidade

Resumidamente, para responder “o que é CrossFit”, podemos defini-lo como “movimentos funcionais, constantemente variados, executados em alta intensidade” (Glasmann, 2007).

Logo, esta prática busca trabalhar todas as valências físicas do corpo humano, sejam técnicas, físicas ou neurológicas. O objetivo do CrossFit é tornar o praticante apto a realizar qualquer atividade diária ou esporte que deseje praticar fora da academia. 

Assim, pode-se dizer que o atleta de CrossFit treina com o intuito não de ser especialista em nenhuma capacidade física, e sim ter um bom rendimento e condicionamento físico em todas.

Glasmann registra no seu Guia de Treinamento de Nível 1, 10 capacidades:

“Resistência Cardiorrespiratória, Resistência Muscular, Força, Flexibilidade, Potência, Velocidade, Coordenação, Agilidade, Equilíbrio e Precisão”.

Entendendo o que é CrossFit, agora você deve se perguntar: “Mas como todas essas habilidades são treinadas dentro de uma única sessão de treinamento?”

Como é o treino de CrossFit?

Para elaborar um treino de CrossFit, Glasmann juntou exercícios com diferentes capacidades físicas e fisiológicas, e organizou-os dentro de uma mesma sessão de treino. Dessa maneira, o aluno é exposto a diversos processos fisiológicos de potência, força e capacidade aeróbia em uma só aula.

Dentro do CrossFit, são trabalhadas duas modalidades chamadas de PowerLifting (bazismo) e WeightLifting (Levantamento de peso olímpico). Esses dois exercícios abrigam os principais meios de realizar força e potência dentro do treinamento desportivo.

No PowerLifting, encontramos Back Squat (agachamento), DeadLift (levantamento terra), Shoulder Press (desenvolvimento) e Bench Press (supino). Logo, realizando esses movimentos, você terá uma boa força funcional, pois esses exercícios te darão suporte para realizar qualquer movimento de força. 

Já no WeightLifting (levantamento de peso olímpico), encontramos exercícios de potência máxima e movimentos explosivos, chamados de Snatch (arranco), Clean and Jerk (arremesso) e suas variantes. Entretanto, a prática desses movimentos necessita de um trabalho técnico aprofundado, com cuidado, mas necessário para manutenção da capacidade física de potência, agilidade, equilíbrio e precisão.

Também, no CrossFit é trabalhada com intensidade a parte de peso corporal, com exercícios característicos da ginástica. Nessa parte é trabalhado PullUp (barra fixa), PushUps (flexão de braço), exercícios em suspensão nas barras fixas e argolas olímpicas, com movimentos de cabeça para baixo. Na parte de ginástica também são realizados exercícios originais da calistenia para ganho de força e consciência corporal.

Ainda temos que falar dos exercícios que envolvem a parte cardiovascular do corpo. Aqui, estão envolvidos exercícios que conseguimos fazer de forma mais cíclica, como: correr, nadar, pedalar, remar e esquiar. Também podemos colocar nessa etapa exercícios de outros domínios, mas que podemos realizar numa menor intensidade, podendo sustentar a atividade por longo tempo.  

Passo a passo de uma aula de CrossFit

como-é-treino-de-crossfit

Agora vamos detalhar uma sessão de treinamento de CrossFit, ou seja, como funciona e é programada uma aula desta modalidade. Uma aula desta modalidade normalmente é dividida em: 

– Mobilidades Articulares e Ativações; 

– Técnica do movimento do dia; 

– Trabalho de Força do dia;

– WOD (Workout of The Day);

Cada parte que listamos acima estará conectada uma à outra, conversando entre si, com intuito do praticante aprender, aprimorar e aperfeiçoar suas habilidades. 

Os treinos de CrossFit acontecem dentro de espaços chamados Box, Centro de Treinamento, Centro Físico, entre outros. Cada lugar terá sua forma de aplicar o treinamento, mas seguindo esse norte como planejamento de aula.

Normalmente, essas aulas acontecem em grupo, que variam de acordo com cada lugar e espaço que tenha para a atividade. Poderá haver treinos com 8, 9, 15, 20, 40 ou 60 pessoas juntas, realizando o mesmo treinamento. Assim, professores capacitados orientam de forma contínua todos os passos da aula, pois como se trata de uma aula em grupo, todos alunos seguem a mesma sequência. Realizando o treino desta forma, gera-se uma interação maior entre os praticantes, fazendo com que fique mais agradável praticar exercício físico. 

Numa mesma aula, é provável que tenha pessoas que recém iniciaram no CrossFit, assim como alunos que já praticam a seis meses ou até mais de 2 ou 3 anos esta modalidade. Mas não se preocupe: o professor sempre irá te ajudar e te orientar se tiver algo que você não saiba fazer. Se existe algum exercício que você não domina, o professor pensará em opções de troca de exercício, de intensidade e performance, mas nunca perdendo a essência e o foco da aula.

Considerações finais sobre o treino de CrossFit

No início de cada aula, terá um Briefing do que será feito no dia. Depois, haverá uma preparação de mobilização articular e ativação para as principais articulações que irão ser exigidas logo em seguida. 

Passada essa etapa, será feita a técnica ou a força do dia, ou até as duas. Isto varia, dependendo do objetivo daquele dia no treinamento. Por exemplo, digamos que neste treino haverá os dois enfoques. Então, você passará por um trabalho técnico do dia, para aprender algo novo, ou aprimorá-lo e aperfeiçoá-lo. Mas saiba que, qualquer dúvida que você tiver, você sempre será orientado pelos treinadores e será acompanhado pelo resto da turma.

A diante, será o momento do trabalho de força. É importante lembrar que o CrossFit é um Treinamento Funcional, por isso não haverá na programação de treino com dias separados por grupos musculares, como acontece na musculação. O treino do CrossFit pode englobar movimentos de puxar, empurrar, agachar, levantar e rotações, tudo no mesmo dia. Os mesmos grupos musculares são trabalhados de formas diferentes durante a semana.

Para finalizar a sessão de treino, existe o WOD; nesta parte, o treinador comanda o treino com música alta, alto astral, onde o intuito é testar sua evolução de força, condicionamento físico e técnicas aprendidas durante a aula. 

Conclusão

o-que-é-crossfit-

Portanto, o que vimos ao longo desse artigo, é um breve resumo da história e sobre o que é CrossFit, além de termos visto sobre a metodologia da prática e como são realizadas as aulas hoje em dia.

Logo, a partir desse nosso primeiro entendimento sobre o CrossFit, podemos nos aprofundar em assuntos mais específicos dentro dessa modalidade esportiva. O CrossFit é uma atividade ampla e muito jovem, então devemos cada vez mais nos atualizarmos sobre as especialidades que esta prática envolve, como PowerLifting, WeightLifting, ginástica, calistenia, exercícios cíclicos de base aeróbia, entre outros. Assim, com muito estudo, você estará munido de conhecimento, capacidade e confiança para trabalhar de forma segura com essa modalidade. Se trabalhado da maneira correta, o CrossFit pode trazer inúmeros benefícios aos seus praticantes.