Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

A natação é um esporte completo e benéfico para a saúde de milhares de pessoas. Porém, quando se trata de indivíduos portadores de asma crônica, há um paradoxo entre os pesquisadores da área: ao mesmo tempo que se acredita na natação como auxiliar na respiração de asmáticos, também sabe-se que os altos índices de cloro das piscinas podem ser irritáveis às vias aéreas destas pessoas.

Asma: o que é e qual sua incidência no Brasil

pessoa-com-asma

A asma é uma doença crônica que acomete as vias aéreas ou os brônquios, órgãos responsáveis pelo transporte do ar até os pulmões. Segundo Dados do Sistema Único de Saúde (DATASUS), no Brasil, cerca de 350.000 internações por ano são causadas por asma. 

Esta é uma condição perigosa, uma vez que a asma se comporta como um distúrbio pulmonar inflamatório. Portanto, ao inflamar as vias aéreas, elas se estreitam temporariamente e dificultam a respiração do indivíduo.

Esta patologia é responsável por 2,3% das internações do Sistema Único de Saúde (SUS) e pode afetar tanto crianças quanto adultos. Inclusive, é uma doença comum de iniciar ainda na infância. Estima-se que existam cerca de 20 milhões de brasileiros com esta doença no país.

Natação

A natação é considerada, por especialistas do esporte, uma das modalidades mais completas para serem praticadas. Além de movimentar os membros superiores e inferiores do corpo, esta prática é de baixo nível de impacto, ou seja, tem menor risco de causar lesões em seus atletas. Também, este é um exercício eficaz para perda de peso, uma vez que possui um alto gasto calórico, podendo chegar até 700 calorias por hora de natação. 

Benefícios da natação para asmáticos

natação-para-asmáticos

Existem inúmeros benefícios da prática da natação por indivíduos asmáticos, já que esta atividade induz a broncoconstrição de maneira menos severa do que outras modalidades de exercícios físicos. Acredita-se que este efeito da natação possivelmente resulta da alta umidade do ar inspirado no nível da água. Devido ao grande nível de umidade, isto reduz a perda de água pela respiração e pode diminuir a osmolaridade do muco das vias aéreas. 

Além do mais, a natação é praticada em posição horizontal, o que é positivo para o atleta asmático por influenciar na rota respiratória do indivíduo e resultar em menor resistência das vias aéreas. Portanto, por essa combinação de fatores, a natação é comumente indicada para asmáticos. Nadar regularmente demonstra-se como uma prática segura e agradável para manter a função pulmonar, aumentar a capacidade aeróbica e melhorar a qualidade de vida do praticante.

Riscos da natação para asmáticos 

pulmão-asma

Porém, há teorias que afirmam o contrário do que foi relatado anteriormente: a natação pode piorar o quadro de indivíduos portadores de asma crônica. Observando a piora da saúde respiratória de nadadores, a hipótese atual dos pesquisadores é de que os produtos químicos encontrados em piscinas, como cloro e seus subprodutos, têm efeito irritante nas vias aéreas dos atletas. 

Portanto, esta irritabilidade os torna mais sensíveis a estressores ambientais, como alérgenos ou agentes infecciosos. Esta afirmação é baseada em estudos de biomarcadores que demonstram que “os produtos para cloroformização podem causar ruptura crônica ou aguda das barreiras epiteliais dos pulmões”, como referenciam dados do artigo científico de Bernard A, Asma e Natação: pesando os benefícios e riscos (Asthma and swimming: weighing the benefits and the risks. J Pediatr Rio J).

Conclusão

Então, ao mesmo tempo que há evidências de que o cloro usado para a limpeza das piscinas é prejudicial para asmáticos, a natação é indicada para aliviar as vias aéreas dos nadadores. Logo, esta relação encontra-se em um paradoxo. Há quem compare esta situação com “o ovo e a galinha”, sem entender quem surgiu antes e quem procede depois. 

Assim, até este ponto, pode-se somente recomendar aos nadadores asmáticos que evitem piscinas mal gerenciadas, com níveis exagerados de cloro no ar ou na água. Então, para identificar piscinas nestas condições, é importante atentar-se ao cheiro forte de cloro no ambiente e até aos efeitos irritantes na pele, nos olhos ou nas vias aéreas em contato com a água e ambiente da piscina.

Lembre-se sempre de consultar seu médico e especialistas na área, caso sentir algum desconforto ou incômodo. Também, para melhor eficácia da sua prática, esteja sempre orientado por um professor de educação física, fisioterapeuta ou profissional qualificado. O acompanhamento adequado da sua atividade física garante segurança à saúde do seu corpo e da sua mente. 

Referências:

Site Toda Matéria: https://www.todamateria.com.br/natacao/

Artigo: Bernard A. Asthma and swimming: weighing the benefits and the risks. J Pediatr (Rio J). https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0021-75572010000500002&script=sci_arttex