Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

A decisão de entrar em uma carreira é desafiadora: escolher um curso de graduação, uma instituição e, finalmente, trilhar o caminho decidido. Mas os desafios não param por aí, pois também é preciso escolher uma área pela qual seguir. E, no meio de tantas opções, você pode se tornar um profissional de educação física em carreiras oficiais.

A vida nas forças armadas, como no exército ou na marinha, é o sonho de muitas pessoas. Apesar disso, muitos profissionais do movimento não percebem que também podem seguir esse caminho.

Por isso, preparamos esse texto para você entender a atuação e como se inserir como profissional de educação física em carreiras oficiais. Vamos lá?

Áreas de atuação tradicionais

Você, enquanto profissional ou estudante, muito provavelmente já pensou e pesquisou sobre as áreas de atuação que a Educação Física oferece. As mais comuns, é claro, são as que podem atingir o público geral e, por isso, tem mais adeptos.

Nesse sentido, enquanto bacharel ou licenciado em Educação Física, é possível trabalhar como:

  • professor em escolas;
  • personal trainer em academias;
  • instrutor em clubes;
  • treinador de esportes de alto rendimento;
  • preparador físico de atletas profissionais, entre outros.

Estes são os caminhos mais tradicionais de atuação, e não tem nada de errado em optar por um deles. Apesar disso, também é possível atuar como profissional de educação física em carreiras oficiais. 

Por isso, continue lendo para descobrir como se dá a atuação desses profissionais no dia a dia militar e algumas opções para ingressar nesse caminho.

A Escola de Educação Física do Exército e a Força Aérea

A Escola de Educação Física do Exército, ou EsEFEx, trata-se de uma instituição do Exército Brasileiro voltada ao ensino médio e superior. Lá são formados especialistas em educação física e desporto. O foco, porém, é voltado para oficiais e sargentos já atuantes no Exército Brasileiro.

Na EsEFEx é possível iniciar seu trajeto como profissional de educação física em carreiras oficiais. Após formados, esses profissionais são responsáveis pela preparação física das tropas. Além disso, torna-se possível estimular a prática de atividades físicas e uma cultura saudável entre os militares.

Além disso, a Força Aérea Brasileira também oferece vagas para oficiais temporários, incluindo profissionais com formação superior em educação física. No início de 2020, por exemplo, foram oferecidas diversas vagas.

Além da prova e da avaliação curricular, o candidato deve realizar exames de saúde, passar por uma avaliação psicológica e ter seu condicionamento físico comprovado. Vale lembrar que, nesses casos, o serviço será prestado durante um período pré-determinado.

Mas, além dessas duas opções, existe uma terceira possibilidade que costuma agradar muito quem busca ser um profissional de educação física em carreiras oficiais: trata-se da Marinha Brasileira. Por isso, continue lendo para saber mais sobre como ingressar nela.

O profissional de educação física em carreiras oficiais: a Marinha Brasileira

Uma das instituições mais cobiçadas quando tratamos sobre a inserção do profissional de educação física em carreiras oficiais é a Marinha Brasileira. Tendo uma formação superior em educação física, é possível ingressar na marinha a partir de dois concursos:

O primeiro deles tem suas inscrições abertas uma vez por ano e permite a inscrição de homens e mulheres de até 36 anos de idade. Já o QC-FN é aberto apenas para candidatos do sexo masculino e o limite é de 29 anos de idade. 

Além disso, também existe o processo seletivo do Serviço Militar Voluntário (SMV) – que pode ter duração de até oito anos. Este, por sua vez, é aberto para candidatos de até 45 anos.

Por fim, quem não é graduado mas tem interesse pela área, pode se inserir nesse universo através do Concurso de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM). Neste caso, a atuação se dará como ajudante do profissional de educação física em carreiras oficiais.

Ainda, é importante manter-se atento à programação dos concursos, para realizar a inscrição e posteriores solicitações sempre no prazo adequado.

A principal função do profissional de educação física na marinha é ajudar os os militares em seus treinamentos físicos. Nesse sentido, ele dá o auxílio para a realização correta dos movimentos e ajuda na manutenção da forma física.

A importância do profissional de educação física em carreiras oficiais

Você já sabe da importância de um profissional de educação física para a sociedade, certo? Além de promover o desenvolvimento físico, sua contribuição também se estende para os âmbitos emocionais, psicológicos e sociais.

Através do seu trabalho, o profissional de educação física em carreiras oficiais é capaz de aumentar o desempenho dos profissionais das forças armadas, elemento essencial no seu dia a dia. Isso porque os exercícios, nesses casos, acontecem com alta frequência.

Isso também acarreta na prevenção de lesões, outro ponto importante para os militares. Afinal, não é por nada que a aptidão física é pré-requisito para preencher vagas nesses locais, certo? 

Levando isso em conta, é possível perceber que o profissional de educação física em carreiras oficiais também é capaz de contribuir significativamente para o bem estar e a qualidade de vida de quem recebe seus cuidados. 

Conclusão

E então, o que achou da ideia de se tornar um profissional de educação física em carreiras oficiais? Sem dúvidas, as vantagens são muitas. Além da segurança e das boas condições de trabalho, seguir esse caminho também é uma maneira de realizar uma contribuição para a sociedade.

Comente abaixo se você ficou com alguma dúvida ou tem mais dicas para quem quer seguir carreiras oficiais!

Banner Circuito TF