Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

O tratamento de uma hérnia, independentemente de seu tamanho ou região acometida, é realizado por meio de hernioplastia — nome dado à cirurgia de hérnia. O procedimento é indicado para corrigir rupturas na parede abdominal e reposicionar as estruturas (tais como gordura ou órgãos) que podem estar se projetando através desse orifício.

A hernioplastia pode ser realizada a partir de três técnicas diferentes, que variam de acordo com a condição clínica do paciente e das características da hérnia a ser tratada. Todos os protocolos consistem em acessar a área afetada, devolver as estruturas à cavidade abdominal e fechar o orifício que originou o problema. 

Após analisar cuidadosamente cada caso, o cirurgião pode optar por:

  • Cirurgia aberta ou convencional;
  • Cirurgia por videolaparoscopia;
  • Cirurgia robótica.

Para entender melhor sobre a hernioplastia, continue a leitura!

Quando a hernioplastia é indicada?

A cirurgia é indicada para todos os casos de hérnia abdominal, e essa é a única maneira de corrigir o problema. Vale lembrar que, embora pacientes possam relatar desconforto abdominal e presença de um abaulamento na região do abdômen, esta é uma doença que pode ser assintomática e potencialmente perigosa.

Caso a cirurgia de hérnia não seja realizada, é possível que mais conteúdo passe pelo orifício herniário até que o abaulamento fique preso. Quando isso acontece, há o chamado encarceramento — uma evolução preocupante que leva à redução do fluxo sanguíneo do órgão e consequente necrose e morte dos tecidos.

A hernioplastia, portanto, deve ser realizada sempre que esta doença for detectada, evitando complicações graves.

Cuidados após cirurgia de hérnia

O período de recuperação do paciente submetido à hernioplastia pode variar de acordo com a complexidade do procedimento, mas o indivíduo geralmente não demora mais do que duas ou três semanas para retornar às suas atividades.

Em geral, os principais cuidados que precisam ser adotados após a cirurgia de hérnia são:

  • Repouso na primeira semana após a cirurgia;
  • Não carregar peso;
  • Ingerir alimentos ricos em fibras, para evitar a prisão de ventre;
  • Beber água;
  • Tomar os remédios conforme prescrito pelo médico;
  • Tomar cuidado com a higiene, especialmente ao manipular o curativo;
  • Evitar roupas muito apertadas, ou que podem causar atrito com o curativo.

Rotina de exercícios após a hernioplastia

Embora não seja recomendado fazer atividades físicas intensas nas primeiras semanas após a cirurgia de hérnia, é necessário movimentar o corpo para evitar trombose. O exercício mais indicado para quem acabou de realizar uma hernioplastia é a caminhada, que muitas vezes pode ser iniciada de maneira leve já no dia seguinte à cirurgia.

Assim que, atividades corriqueiras como dirigir e trabalhar forem sendo retomadas, o médico também poderá liberar um aumento gradual nos exercícios físicos — seja ampliando os minutos de caminhada ou acrescentando corridas leves.

Atividades que envolvem levantamento de peso, exercícios abdominais e esportes de contato devem ser evitados inicialmente, podendo ser retomados apenas após autorização médica.

Um cirurgião especializado em hernioplastia pode fornecer informações mais detalhadas sobre os melhores exercícios para quem acabou de passar pela cirurgia, de modo a evitar complicações e recidivas. Sempre consulte um médico!

Conclusão

Uma cirurgia como a hernioplastia demanda cuidados especiais e planejados especialmente para cada caso. Também devemos nos atentar ao momento da recuperação da cirurgia, onde o corpo precisa estar ativo na medida certa para que o paciente obtenha uma reabilitação tranquila.

Gostou desta matéria? Nos conte nos comentários como foi sua experiência com alunos se recuperando de uma hernioplastia. Se quiser, deixe também sugestões de temas que você gostaria de ver por aqui!