Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Guia Definitivo da Queima de Gordura Corporal (+ 5 Exercícios Práticos com Foto)

gordura-corporal-capa

A busca por um estilo de vida mais saudável, desperta nas pessoas a tenacidade por atividades físicas para realizar a queima de gordura corporal. Essa consciência vem distanciando esses indivíduos das moléstias provenientes do sedentarismo e acordando-as para um novo conceito de viver.

Tudo isso vem acontecendo graças às informações que estão ao nosso alcance como: o conhecimento e as pesquisas estão avançando e atingindo um número elevado de pessoas mundo afora.

CHEGOU A HORA DE SE TORNAR INSTRUTOR DE PILATES!

Turmas abertas em mais + de 90 cidades

Hoje sabemos que a gordura corporal não é somente questão de estética e sim está correlacionada com muitas doenças degenerativas e isso é um dos motivos para essa inquietude em relação à mesma.

Neste texto vamos apresentar os tipos de gordura corporal, as causas do aumento do tecido adiposo, bem como os males que ele pode acarretar. Iremos abordar os exercícios específicos para a diminuição dos lipídeos e o novo estilo de vida para quem busca uma qualidade melhor de vida, bem como um corpo equilibrado e saudável.

Tipos de Gordura Corporal

É muito comum as pessoas associarem gordura corporal com algo ruim como algumas doenças sendo elas: a obesidade, o colesterol alto e até esteticamente falando como algo desproporcional. Porém existem em nosso organismo gorduras benéficas e essenciais ao corpo e também gorduras que podem contribuir para queimar gorduras e é claro, a gordura ruim que todos nós queremos bem longe. Segue os tipos de gorduras no corpo:

Existem 5 tipos de gorduras corporal, porém nem todas elas são maléficas para a saúde. Por isso, não podemos generalizar quando o desfecho for gordura:

Gordura Essencial

gordura-corporal-1

É a gordura corporal encontrada em pequenas quantidades em torno dos órgãos, nos músculos, sistema nervoso central e medula óssea. Ela serve como uma espécie de amortecimento dos órgãos e todos nós temos.

Nos homens ela representa cerca de 3% a 4% do peso total e nas mulheres a gordura corporal essencial é mais elevada onde, geralmente estima-se em torno de 9% a 12%. Esse percentual é maior, porque inclui o tecido da mama e os depósitos de gordura nos quadris, abdome e pelve, onde é importante para o funcionamento do sistema reprodutivo.

Gordura Branca

gordura-corporal-3

Essa é a gordura corporal mais odiada! Aquela que queremos bem longe. Ela também é que representa a maior proporção em nosso corpo e também é o mecanismo que armazena o excesso de calorias que são ingeridos durante as refeições e são formadas por células de gorduras.

A notícia ruim é que essas células uma vez formadas, não desaparecem e uma noticia ainda pior, elas podem aumentar o seu volume. Quando o corpo produz células de gordura corporal branca em excesso ou quando elas aumentam de volume, surge a obesidade.

A gordura branca é a gordura corporal acumulada principalmente pelo excesso de alimentação, além da obesidade, ela pode causar doenças coronarianas e prejudicar a circulação sanguínea;

Gordura Marrom

gordura-corporal-4

Enfim uma gordura corporal totalmente do bem! Pesquisas recentes comprovaram que a gordura marrom queima a gordura branca, ou seja, ela emagrece. Esse tecido adiposo é uma herança de nossa evolução e sua função é gerar calor.

A gordura marrom encontra-se presente nos mamíferos, principalmente aqueles que hibernam. Em nós humanos adultos, existe uma pequena quantidade, já nos recém-nascidos a quantidade de gordura marrom é maior.

Acredita-se que são maiores nas crianças, devido elas não conseguir se proteger sozinhas do frio. A gordura marrom se localiza no pescoço, abaixo da clavícula e ao longo da coluna.

Quando a gordura corporal  marrom gera calor, o corpo começa a queimar calorias, ou seja, toda vez que ela atua, a queima de calorias acontece, isso ocorre, porque este tipo de gordura é dotado de um número expressivo de mitocôndrias, que é a estrutura celular responsável pela produção de energia.

Então quando somos expostos à baixa temperatura, poderemos gastar mais calorias para nos mantermos mais aquecidos. Os cientistas descobriram também que pessoas que possuem um percentual maior de gordura marrom, tem maior facilidade de emagrecer, em contrapartida, pessoas obesas possuem menor quantidade em relação aos magros.

Gordura Visceral

gordura-corporal-6
Créditos http://www.megaimagem.com.br/mobile/469/

De todos os tipos de gorduras que possa existir no nosso corpo, sem dúvida a maior causadora de problemas é a gordura visceral.

A gordura visceral pode levar o indivíduo a desenvolver doenças graves e é tida como preocupante por afetar grande parte das pessoas dos países ocidentais. Essa gordura conhecida também como gordura intra-abdominal se acumula na barriga por cima dos órgãos, como o fígado, o estômago, o intestino, o pâncreas e até o coração, dificultando o funcionamento deles e gerando diversas doenças como as cardiovasculares, o diabetes, o colesterol alto, a hipertensão, e doenças ósseas.

As células de gordura visceral liberam ácidos graxos e glicerol na corrente sanguínea que acabam se acumulando nas artérias, desenvolvendo as doenças coronarianas.

Mulheres com a circunferência abdominal acima de 80 cm e homens acima de 90 cm devem se preocupar, e mudar hábitos alimentares praticar atividades físicas para diminuir essa circunferência.

Gordura Subcutânea

gordura-corporal-7

Sabe aquela aparência rechonchuda, ou aqueles pneuzinhos salientes? É ela mesma a gordura subcutânea, o terror estético de homens e mulheres de todo o mundo. Ela se localiza no abdome, quadril, braços e pernas.

Em homens a gordura corporal subcutânea é mais comum na barriga, peito e ombros, essa distribuição de gordura corporal é classificada como androide, ou forma de maçã. Nas mulheres, os mais comuns são nos quadris e coxas e sua distribuição é chamada de ginoide e tem a aparência de uma pera.

A gordura subcutânea na sociedade é vista como não atraente e por isso, muitas pessoas recorrem a procedimentos estéticos para se livrar delas. Ela também tem relação com a alimentação desequilibrada e sedentarismo. Tanto a gordura visceral como a gordura subcutânea, são provenientes da gordura branca.

Gordura x Massa Muscular – Composição Corporal

gordura-corporal-8

O corpo é composto por massa magra, massa gorda e água. Podemos dizer que a massa magra é composta por músculos, órgãos vitais, ossos e líquidos corporais, a porcentagem de massa magra no corpo vai determinar a intensidade de queima calórica. Quanto mais massa magra, maior e mais rápida é a queima calórica no corpo.

A massa gorda é o peso de gordura que temos no corpo, já sabemos que uma pequena porcentagem de gordura faz bem para o funcionamento do organismo, porém o grande acúmulo da mesma ou o excesso de gordura (aquela que nos dá volume e flacidez), é essa que queremos nos livrar.

Quando pesamos na balança, não sabemos quanto temos de massa magra e gordura corporal, porém existem exames específicos que mostram a porcentagem de gordura, massa muscular e água no corpo, por isso, quando fazemos dietas e atividades físicas (principalmente musculação), não podemos ter como base somente os ponteiros da balança, ou seja, o peso total do corpo.

É comum vê pessoas que se dedicam a malhação e alimentação balanceada e aparentemente está mais magra e na balança o peso continua o mesmo ou subiu. Isso acontece porque trocamos a gordura corporal por massa muscular. A gordura e os músculos possuem densidades diferentes, a gordura ocupa bem mais espaço, além é claro de dá uma aparência flácida ao corpo.

O emagrecimento saudável é aquele no qual perdemos gordura e ganhamos massa muscular, porque existe o emagrecimento que perdemos mais massa muscular do que gordura e isso além de não diminuir a famosa gordura localizada (como aquelas encontradas na barriga por exemplo), pode deixar a pele mais flácida, além de ser mais fácil ganhar peso novamente.

Para aumentarmos a massa magra e diminuir a gordura, devemos ter uma alimentação balanceada, restrita de doces e frituras, rica em vegetais, frutas e proteínas, além de aliarmos aos exercícios físicos tanto aeróbicos como de musculação.

Gordura x Calorias

gordura-corporal-9

As calorias dos alimentos e bebidas que consumimos, são usadas ou armazenadas como energia no corpo. As calorias extras e desnecessárias, são depositadas em células de gorduras em forma de triglicérides. Estes tem origem ou na gordura dos alimentos consumidos ou formados de outras fontes de calorias como, por exemplo, o carboidrato.

Quando fazemos dietas muito restritivas baseado muito mais na soma das calorias do que na qualidade dos alimentos consumidos, emagrecemos rapidamente, nota-se que as duas primeiras semanas a perda de peso é alta, na verdade perdemos água que estava retida nos tecido do corpo e dos músculos e não a gordura.

Geralmente essas dietas são muito difíceis de acompanhar, pois começamos a sentir fraqueza, cansaço, dor de cabeça, mau humor e acabamos por não ir até o fim, isso sem contar que o metabolismo fica lento.

Mesmo que voltemos a comer normalmente, pode ocorrer de engordamos, isto porque além de água, perdemos massa magra e com menos massa magra, a queima de calorias é lenta.

Ou até conseguimos emagrecer, o peso na balança é visível, ficamos felizes, porém, o percentual de gordura corporal ainda é alto, isto tem um nome: falso magro.

Na verdade, falso magro é a pessoa que tem o peso corporal adequado aos parâmetros estabelecidos pelo IMC, porém sua composição corporal é ruim, ou seja, ela possui uma quantidade de gordura corporal muito alta se comparada com a quantidade de músculos.

É comum vermos pessoas aparentemente magras, mas com celulites, flacidez e gordura localizada. Esse grupo de pessoas tem o mesmo risco de problemas de saúde que uma pessoa acima do peso possa ter.

Portanto, não se prenda ao peso da balança e nem acredite em dietas milagrosas, a melhor opção é a reeducação alimentar aliada aos exercícios físicos, emagrecer e ter saúde é um projeto contínuo em longo prazo.

Gordura – Proteínas – Carboidratos

gordura-corporal-10

Estamos cada vez mais conscientes em relação à qualidade dos alimentos ingeridos e não somente a quantidade. Uma alimentação equilibrada tem que ser variada e colorida com proporções adequadas de proteínas, gorduras e carboidratos.

Os carboidratos, as gorduras e as proteínas, são macronutrientes presentes nos alimentos que ao serem consumidos nos fornecem energia, que é usada para as funções vitais do nosso organismo. Segue um breve comentário de cada um respectivamente:

Gordura ou lipídeos: são importantes ao organismo humano, estão presente no corpo em forma de triglicérides, colesterol e ácidos graxos. Porém, a maior parte do consumo de gordura corporal (cerca de 90%), é formada de triglicérides. Até ela se tornar um acúmulo de gordura no tecido adiposo, ela passa por mais ou menos seis passos no organismo até seu destino final:

  1. Ingestão da gordura;
  2. Fragmentação de triglicérides no intestino;
  3. Síntese de triglicérides na mucosa intestinal (quilomícrons) e no fígado (VLDL);
  4. Transformação dos quilomícrons e VLDL em ácidos graxos e glicerol;
  5. Transporte dos ácidos graxos nos adipócitos e do glicerol para o fígado e rins;
  6. E por fim a síntese de triglicérides nos adipócitos.

Os lipídeos contribuem para a absorção de importantes vitaminas no organismo como as vitaminas A, D, E e K.

As gorduras consumidas são classificadas em gorduras boas e gorduras ruins. As boas são:

  • Os ácidos graxos monoinsaturados: nozes, castanha do Pará, abacate, azeite de oliva.
  • Os ácidos graxos poliinsaturados: ômega 3, semente de linhaça, peixes como o atum, o salmão, a sardinha, a cavalinha, vegetais como o espinafre, a couve e a rúcula, e no óleo de bacalhau.

As gorduras ruins são os ácidos graxos saturados: azeite de dendê, carnes gordas, bacon, toucinho, leite integral (devem ser consumidos com moderação). E a gorduras trans que são consideradas nocivas ao nosso organismo (devem ser evitadas) que são: margarinas, biscoitos recheados, empanados, folheados, congelados industrializados e produtos processados.

Carboidratos: é absorvido no intestino indo direto para a circulação sanguínea. A forma mais abundante do carboidrato é a glicose.

Quando consumido em excesso, a glicose sobe drasticamente, portanto inicia-se a liberação da insulina que irá absorver algumas moléculas como a glicose e os lipídios. Isso pode contribuir ou para ganho de massa muscular ou o aumento do acúmulo de gordura.

Portanto o mais inteligente é escolher alimentos pelo índice glicêmico, ou seja, quanto maior for o índice glicêmico, maior será a liberação de insulina e para quem quer reduzir o percentual de gordura corporal, isso é muito ruim. Então escolha carboidratos como frutas e outros ricos em fibras, porque geralmente estes alimentos produzem menores respostas glicêmicas.

Proteínas: são macronutriente com diversas formas e funções. Ela fornece a base estrutural de todos os tecidos e órgãos, são importantes para a construção e manutenção dos tecidos, formação de enzimas, hormônios, anticorpos e fornecimento de energia.

As proteínas são sintetizadas por apenas 20 aminoácidos diferentes presentes na célula, é nela que ocorre a síntese proteica onde, nove desses aminoácidos não podem ser sintetizados pelo organismo humano.

Esses aminoácidos são adquiridos através da alimentação, portanto, eles são essenciais para repor aqueles que não são produzidos pelo nosso organismo.

Os outros aminoácidos são chamados de não-essenciais, por serem produzidos pelo organismo humano.  Em relação à alimentação, a proteína pode ser classificada em: proteínas completas que envolvem todos os aminoácidos essenciais na quantidade correta para manter o equilíbrio nitrogenado e proteínas incompletas, que possuem uma qualidade inferior e não contem um ou mais dos aminoácidos essenciais.

Os alimentos ricos em proteínas são: carnes, peixes, laticínios e ovos.

Processo da Queima de Gordura

gordura-corporal-22

A gordura corporal é praticamente composta por calorias estocadas, quando queimamos mais calorias do que ingerimos, o corpo busca calorias que faltam das reservas de gordura.

São três os processos responsáveis pela queima metabólica:

  • Taxa Metabólica Basal: queimamos entre 60% a 70% das calorias por dia, só por estarmos vivos, sem precisar fazer nenhum tipo de exercício;
  • Metabolismo Digestivo: queimamos entre 10% a 15% de calorias ao digerir o que comemos;
  • Atividade Física: Quando nos mexemos, seja para andar pela casa, ou fizer tarefas cotidianas e até mesmo exercícios físicos, gastamos de 15% a 30% de calorias.

E como que fazemos para o nosso metabolismo acelerar a queima de gordura?

Simples, só que não! Para o metabolismo interno queimar mais calorias, temos que ter mais músculos, pois em repouso o tecido muscular queima de duas a três vezes mais calorias que o tecido adiposo.

Os aeróbicos ajudam muito e são importantes para o condicionamento e para a saúde, mas se a queima de gordura é sua prioridade, faça da musculação sua aliada e também exercícios funcionais e calistênicos que são exercícios desenvolvidos com o peso do próprio corpo. Esses exercícios contribuem para o aceleramento metabólico, ou seja, calorias são queimadas constantemente.

Em relação à alimentação, é muito importante adicionar proteínas magras a suas refeições, pois a digestão da proteína queima duas vezes mais calorias do que a dos carboidratos ou das gorduras. A regra é simples: se queremos perder gordura, devemos consumir menos calorias do que gastamos.

Sabe o que queima muita gordura também? Exercícios de alta intensidade e intercaldos, eles também tonificam os músculos e músculos tonificados geram um metabolismo mais ativo, o que no final acaba queimando mais gordura de forma mais rápida.

Aceleração da Queima de Gordura Localizada: Costas e Barriga

gordura-corporal-12

Na verdade, não tem como queimar apenas gordura de um único lugar do corpo, quando nos propomos a perder peso e reduzir gordura corporal, seja através da alimentação ou de atividades físicas, estamos diminuindo o percentual de gordura como um todo no corpo.

Porém, existem sim exercícios localizados para melhorar e definir aquelas partes em que a gordura insiste em permanecer. Mas antes, vai algumas dicas de como acelerar a queima de gordura no corpo e que irá ajudar a queimar também nas costas e barriga:

  • Invista em alimentos termogênicos que são capazes de acelerar o metabolismo das gorduras, principalmente a gordura abdominal, são eles: canela, gengibre, pimenta, chá verde, salmão;
  • Coma mais alimentos fibrosos, pois eles servem como uma esponja no organismo, absorvendo a gordura e carboidrato, além de auxiliarem na eliminação destes nas fezes, são eles: chia, linhaça, flocos de aveia, granola;
  • Consuma as proteínas de alto valor biológico, elas são benéficas para perda de peso e redução de medidas, além de contribuir para o controle do apetite e ajudam a regenerar e formar músculos. Incluam em suas refeições as proteínas magras como: peixes, claras de ovos, peito de frango, laticínios desnatados, whey protein;
  • Para queimar gordura e acelerar o metabolismo, faça exercício aeróbico! realize intensidade moderada de 30 a 40 minutos de caminhada, natação, bicicleta;
  • Faça treinos de alta intensidade em sessões curtas, eles contribuem para a perda de gordura maior em longo prazo e preserva a massa muscular;
  • Pratique exercícios de resistência que é um aliado para acabar com a gordura localizada e manter a massa muscular, além de ajudar também na queima mais rápida da gordura corporal;
  • Faça drenagem linfática e massagem modeladora, elas não são capazes de eliminar sozinha a gordura, mas são grandes aliadas neste processo, pois a gordura precisa ser mobilizada para que seja eliminada e para que isso ocorra, a parte linfática precisa estar livre. A partir do momento em que utilizamos técnicas que mexa e modifique a célula de gordura, o nosso organismo não aceita mais e acaba por eliminá-la, por isso, a massagem modeladora é uma ótima alternativa;
  • E por fim, mantenha o estresse controlado, nervosismo, ansiedade, agitação libera o hormônio cortisol que dificulta a queima de gordura e ainda avisa o organismo a estocar tudo que ingere. Realize atividades que acalma a mente e promova relaxamento como alongamentos, yoga, meditação e exercícios de respiração.

Exercícios para Fortalecer e Queimar Gordura nas Costas e Abdômen

1- Dorsais com braços esticados para trás: Deite-se de barriga para baixo, coloque os seus braços esticados para trás e sem levantar seus pés, arqueie as costas levantando suavemente, volte à posição inicial. Preste atenção na lombar e faça a contração dos glúteos e abdômen. Faça 3 séries de 10 repetições;

gordura-corporal-13

2- Posição II: Fique na mesma posição e desta vez, coloque as mãos em sua nuca, levante o tronco e volte à posição inicial.Faça 3 séries de 15 repetições;

gordura-corporal-14

3- Dorsais com braços esticados para frente: Deite no chão de barriga para baixo, com os braços esticados para frente. Depois, puxe o peito para cima e levante as pernas do chão. Repita este exercício 10 vezes, descanse 10 segundos e faça mais 3 séries;

gordura-corporal-15

4- Prancha Isométrica: Deite de barriga para baixo, estique os braços para levantar o corpo do chão e depois apoie o peso do corpo nos cotovelos e pés. Contraia os músculos abdominais e mantenha a posição por 20 segundos. Faça 3 séries de 20 segundos e descanse 10 segundos entre elas;

gordura-corporal-16

5- Prancha lateral ou flexão lateral de tronco: deitado de lado com as pernas unidas, apoie o cotovelo e o antebraço no chão. Alinhe o cotovelo com o ombro. Eleve os quadris, apoie no chão apenas o cotovelo juntamente com o antebraço e a lateral do pé. Com o corpo alinhado, contraia o abdômen. Fique nesta posição 20 segundos e depois faça mais 3 séries de cada lado;

gordura-corporal-17

Suplementos

gordura-corporal-18

São prescritos por nutricionistas, endocrinologistas ou nutrólogos geralmente quando o rendimento físico está abaixo do esperado e o emagrecimento está comprometido. Segue uma lista dos melhores suplementos para auxiliar no emagrecimento:

  1. Termogênicos: são conhecidos como queimadores de gordura, eles aumentam a temperatura corporal e contribui para o aceleramento do metabolismo e o aumento do gasto calórico. Esses suplementos são os que mais apresentam resultados em relação à perda de gordura;
  2. Chá Verde: esse chá possui catequinas, substância que tem efeito termogênico no organismo. O chá verde também possui cafeína, que auxilia na queima de gordura corporal, porém beber apenas o chá não é suficiente para o corpo obter as quantidades necessárias das substâncias que ele possui, o ideal é consumir o chá em forma de suplementação, como as cápsulas, por exemplo;
  3. L- canitina: este suplemento deve ser ingerido antes das atividades físicas aeróbicas, pois ele contribui para o organismo usar a gordura corporal como fonte de energia, e também contribui para o desempenho físico durante o treino;
  4. Cafeína: é um estimulante e termogênico natural, a maioria dos suplementos para emagrecer possui em sua fórmula a cafeína. Ela aumenta o metabolismo e com isso o organismo processa mais rapidamente também a queima de gordura.
  5. Óleo de Cártamo: este óleo reduz a gordura localizada, especialmente na região abdominal, por ser considerado um antioxidante natural, suas propriedades aceleram o metabolismo que por sua vez queima mais rápido a gordura corporal além de promover o aumento da massa muscular, redução da celulite e diminuição das taxas de colesterol;
  6. Faseolamina: é uma glicoproteína presente no feijão branco, vendida de forma concentrada em suplementos, ela reduz a absorção dos carboidratos e auxilia na perda de peso e no emagrecimento.
  7. Pholia negra e Pholia magra: são ervas presentes em muitos termogênicos e outros suplementos para emagrecer. Elas conseguem reduzir a fome, pois retarda o tempo de digestão dos alimentos consumidos;

Lembrando que a suplementação é apenas um complemento e um auxílio no processo de perda de gordura corporal e emagrecimento, sem a alimentação saudável e exercícios físicos, a suplementação não conseguira ajuda ló a atingir seus objetivos.

Melhores Exercícios para Queimar Gordura

gordura-corporal-19

Os exercícios aeróbicos são conhecidos como exercícios que contribuem para o emagrecimento, isso porque eles utilizam o oxigênio para produzir energia.

A principal característica e mais importante, é que eles devem ser feitos em intensidade moderada para perda de gordura e não de músculos, devemos fazer pelo menos 30 minutos de aeróbicos para atingir a queima de gordura.

São exercícios aeróbicos aqueles que a captação de oxigênio permanece estável e que contribuem para a queima de lipídeos como: caminhar, nadar, correr, pular corda, pedalar, aulas de jump, step e ritmos.

Durante esses exercícios, as gorduras irão suprir as necessidades energéticas do músculo e contribuirá para a diminuição da gordura corporal. Porém para que ocorra a captação de oxigênio, a frequência cardíaca deve está estável.

E como saber se a frequência cardíaca está estável? Através de um monitor cardíaco! A princípio, você irá notar a frequência cardíaca subindo, depois ela tornará estável, desde que a atividade seja moderada, se ela permanecer assim, fique tranquilo porque você estará usando gordura como energia e não músculos.

Para obter uma queima de gordura mais efetiva, invista também em exercícios que modelam o corpo e aumenta a massa magra, estes exercícios também conhecidos como exercícios localizados são feito contra resistência, ou seja, são usados tanto o peso corporal como também pesos livres, elásticos, aparelhos de musculação e outros acessórios, e o movimento geralmente é segmentado.

Os melhores exercícios são: musculação, pilates, aulas de localizadas, GAP, abdominais e treinamento funcional.

Reintero que o ideal é conciliar exercícios aeróbicos com exercícios que modelam o corpo.

Hipertrofia

Em treinos de alta intensidade com pesos estimulamos o metabolismo basal, ou seja, mesmo depois da atividade, continuamos a gastar energia por pelo menos umas 6 horas.

Portanto num período de um dia, gastamos mais calorias com musculação do que com um exercício de aeróbico com a mesma duração. Porém para melhor resultado, devemos praticar os dois exercícios, sendo que o aeróbico deve ser feito ou muitas horas antes da musculação, pelo menos umas cinco horas antes ou depois da musculação. Com isso a queima de gordura será maior.

A musculação por ser anabólica, produz o aumento da liberação de testoterona e GH, que são hormônios que viabiliza o aumento e a manutenção da massa muscular e a queima de gordura.

Já os exercícios aeróbicos são catabólicos, por isso, devem ser executados por um tempo menor, para não ocorrer à liberação de cortisol. Esse hormônio induz a quebra de músculos e consequentemente o acúmulo de gordura no corpo.

Para queimamos gordura, precisamos manter a massa muscular, por isso, é de extrema importância os treinos de musculação aliado aos exercícios aeróbicos.

Aeróbicos

Já sabemos que eles são importantes para a saúde, porém não promovem um enorme gasto calórico como muitos pensam. Mas podemos com os aeróbicos queimar gordura como energia, tentando evitar a queima de massa muscular.

Existem algumas dicas boas para queimar mais gordura do que massa muscular realizando exercícios aeróbios moderados, porém, é preciso muito cuidado, porque é muito fácil queimamos massa muscular.

Uma dieta com pouco carboidrato contribui para que os estoques de glicogênio no organismo estejam baixos e uma vez eles estejam baixos, a queima de gordura é certa praticando de 30 a 40 minutos de aeróbicos por dia.

A melhor hora então para fazer um exercício aeróbico é depois de acordar, em jejum, porque durante a noite em repouso, o nosso organismo usou o glicogênio restante para recuperar a musculatura, principalmente se consumimos apenas proteína e gordura na noite anterior e praticamos musculação.

Ao acordar o nosso estoque de glicogênio estará muito baixo e então é hora de fazer uma caminhada, ou pedalada, por exemplo, porém os exercícios devem ser de intensidade moderada, portanto nem pense em correr.

E porque não podemos fazer exercícios de alta intensidade como a corrida?

Porque o nosso objetivo é usar a gordura como energia e pra isso, é necessário à presença de oxigênio.

Quando fazemos exercícios de alta intensidade, precisamos de mais energia, daí o organismo passa a usar a glicose como energia, pois ela não necessita de oxigênio para ser transformada em energia. Porém nossa glicose estará baixa, uma vez que estamos em jejum. Sendo assim, o organismo vai querer usar nossos músculos para convertê-los em glicose.

Quando fazemos exercícios aeróbicos de intensidade alta e fazemos uma dieta restritiva em carboidratos, a catabolização ocorrerá com certeza. Então fica a dica: fazer aeróbico em jejum durante um período de 30 a 40 minutos em intensidade moderado, a queima de tecido adiposo ocorrerá e quando o exercício for de alta intensidade, a queima de massa muscular será inevitável.

O Papel do Profissional de Educação Física

gordura-corporal-20

O papel do profissional de Educação Física é acompanhar e orientar o seu aluno sobre a execução correta dos exercícios propostos, bem como montar um plano de exercícios para a queima de gordura corporal e localizada. Além é claro de incentivá-lo a alcançar os objetivos e manter o foco.

Cuidados e Restrições

  • Embora foi dito sobre aeróbios em jejum, é importante esclarecer que isso não pode torna-se um hábito, faça esses procedimentos dia sim dia não;
  • É muito importante mantermos alimentados para não perdermos massa muscular. Também quero ressaltar que nem todo mundo pode ficar em jejum, aqueles com problemas de saúde ou que já tiveram hipoglicemia não é recomendado.
  • Não se esqueça de aquecer antes de qualquer atividade e alongar depois;
  • Dietas restritas como a de carboidratos podem causar sintomas de mau humor, dor de cabeça, indisposição, consulte o seu nutricionista;
  • Beba muita água, mantenha se hidratado;
  • Na hora de exercitar-se preste atenção na postura e nos movimentos dos exercícios, pois exercício errado, além de causar dor, pode ocasionar em lesão;

Conclusão

gordura-corporal-21

Depois de tantas dicas e informações é hora de levantar do sofá e buscar orientação do seu nutricionista e educador físico e arregaçar as mangas. Emagrecer exige perseverança e queimar gordura localizada e definir exige disciplina.

Vamos buscar uma alimentação mais nutritiva que contribua para nossa saúde e bem estar e é claro vamos nos mexer, fazer atividades físicas que nos dê prazer, que nos tire da zona de conforto, que nos mostra que somos capazes e que contribua para reconhecemos nossos próprios limites, borá começar hoje mesmo. Boa Sorte!

REFERÊNCIA

A ciência da gordura. Disponível em:< http://gizmodo.uol.com.br/a-ciencia-da-gordura/>Publicado em: 23 mar.2014. Acesso em: 29 mai. 2017.

A gordura que queima gordura. Disponível em: <http://istoe.com.br/228808_A+GORDURA+QUE+QUEIMA+GORDURA> Atualizado em 21.01.16. Acesso em: 29 mai. 2017.

Como transformar gordura em músculo. Disponível em: < http://www.fiqueinforma.com/como-transformar-gordura-em-musculo/>Publicado em: 20 set.2010. Acesso em: 30 mai. 2017.

Exercícios aeróbios queima gordura. Disponível em:< http://dcfit.com.br/exercicios-aerobios-queima-gordura/>Publicado em: 09 jul.2016. Acesso em: 31 mai.2017.

Nutrição- ponto de vista- carboidratos- gorduras-proteínas. Publicado em: 25 mai.2004 Disponívelem:<http://www.saudeemmovimento.com.br/conteudos/conteudo_frame.asp?cod_noticia=1366> Acesso em: 30 mai.2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *